Aniversários demoram muito a chegar quando somos crianças.
Ai o tempo vai passando e os aniversários também parecem coisa rotineira.
Mas só que não.
Aos vinte e um pensei que minha filha já estava em outra. Mas me cobrou um pequeno bolo, um balãozinho, uma surpresa. Queria ser surpreendida.
Eu que estou tendo tantas surpresas diariamente neste momento tão maluco da politica brasileira, onde meu dinheiro sumiu e as dividas se acumularam ficou dificil fazer gracinha.
A cobrança, ou como ela mesmo falou, o papo cabeça, chegou à noite no dia seguinte:
 "Mãe, voce não fez nada pra mim ontem. O presente tão sem graça, tudo bem, não estou cobrando...não teve nem um pequeno bolinho, uma mesa posta diferente, e olha que voce faz isto para o Rafa, fez um lance legal semana passada para seus amigos, e para mim... Nunca mais vou fazer 21 anos mae..."
Como não estava cobrando cara pálida?
Claro e graças a Deus que você não vai fazer mais a mesma idade novamente. Todas as idades são importantes mas parece que tem algumas, com 1,  15, 18, 21, 30 e outras terminadas em 0 dai pra frente que merecem festas e comemorações.
É filha, sua mãe pegou pesado neste seu dia especial.
Faltou inspiração, talento, vontade.
O amor por você continua grande, enorme, incondicional. ]
Sinto muito, muito mesmo ter lhe decepcionado.
Olha para fora, olho para dentro e ainda nao consegui pensar uma forma bacana de lhe desdecepcionar....
vou tentar
Por enquanto, me desculpa. 

Postagens mais visitadas