Patchwork ou Costurando os pedaços

Quarta feira é um dia excelente para isto: juntar pedaços lindos e transformá-los em algo mais bonito ainda.
A gente acredita que isto é ruim, catar  juntar e os cacos. Os mosaicos são tão maravilhosos, obras lindas, como do genial Antonio Gaudi.
E o patchwork também é uma arte que precisa de muita atenção, sutileza, criatividade e paciência. Ah, esta tal de paciência.
Então, o palpite de hoje é este: fazer patchwork. 
Pode ser com tecidos, que é o original. Porém, sugiro fazer isto com os sentimentos espalhados, as coisas em diferentes lugares, e produzir uma linda e gostosa peça. Junta, compacta, cheia de energia.

Quem quiser mais conselhos sobre montar Patchowork, o blog de hoje é o
http://segredosdaanna.blogspot.com/search/label/Fa%C3%A7a%20voc%C3%AA%20mesma

E quem quiser ler uma poesia, veja esta do Caio Fernando Abreu que colei do blog assim como a imagem, http://olharpordentro.wordpress.com/page/10/

pois para fazer reconstruir, demanda coragem e desprendimento.



Alento
Quando nada mais houver,
eu me erguerei cantando,
saudando a vida
com meu corpo de cavalo jovem.
E numa louca corrida
entregarei meu ser ao ser do Tempo
e a minha voz à doce voz do vento.
Despojado do que já não há
solto no vazio do que ainda não veio,
minha boca cantará
cantos de alívio pelo que se foi,
cantos de espera pelo que há de vir.
Caio Fernando Abreu

Postagens mais visitadas