A solução, o problema


Este domingo fiz um trabalho bem interessante com minha amiga Neuza, que é master em PNL.
Pela internet realizamos uma sessão onde fui encontrar recursos, isto só para simplificar e chegar aonde quero.
Aprendi, neste momento, "que a solução não está aonde o problema está". Também percebi sobre pessoas interessantes atrair outras pessoas também interessantes.
Ou seja, meu domingo, em casa, com minhas habilidades culinárias agora sendo exercitadas, e este contato de primeiro grau, comecei a semana melhor, mais disposta e principalmente mais inteira, com fé e determinação.
E cada momento, uma nova solução se apresenta, suavemente, assim, simplesmente, com a minha cara.

A poesia de hoje é do Antonio Cícero que fui pescar lá no Alfabeto:


Antônio Cícero


Guardar


Guardar uma coisa não é escondê-la ou trancá-la.
Em cofre não se guarda coisa alguma.
Em cofre perde-se a coisa à vista.
Guardar uma coisa é olhá-la, fitá-la, mirá-la por
admirá-la, isto é, iluminá-la ou ser por ela iluminado.
Guardar uma coisa é vigiá-la, isto é, fazer vigília por
ela, isto é, velar por ela, isto é, estar acordado por ela,
isto é, estar por ela ou ser por ela.
Por isso melhor se guarda o vôo de um pássaro
Do que um pássaro sem vôos.
Por isso se escreve, por isso se diz, por isso se publica,
por isso se declara e declama um poema:
Para guardá-lo:
Para que ele, por sua vez, guarde o que guarda:
Guarde o que quer que guarda um poema:
Por isso o lance do poema:
Por guardar-se o que se quer guardar.

Postagens mais visitadas