segunda-feira, 1 de novembro de 2010

Novembro, um excelente mês para viver a vida

" O dia amanhaceu cantando, toda cidade amanheceu em flor..."

Comecei o dia de hoje com esta música na cabeça. E fui visitar uma pessoa que está internada, com uma gravidez dificil de seis meses. Tantas coisas tem dado
errado para ela no ambiente hospitalar, muitas dificuldades. Muitas delas, próprias de um país em processo de reconstrução e, principalmente, crescimento nas relações interpessoais. Porém, algumas coisas, dentro das possibilidades dos
envolvidos, estão sendo sanadas, as mais básicas principalmente. E está recebendo carinho. Só que não está disponível para ele. Não está pronta para sorrir. Que nem aquelas pessoas que andam com uma nuvezinha cinza sobre a cabeça, esta minha conhecida está escolhendo seguir a vida mal humorada e responsabilizando o mundo pelo seu desconforto.
No mesmo quarto está internada uma jovem que acabou de dar a luz a um lindo rapazinho, pernas compridas e agitadas.
Minha paciente poderia ficar olhando para aquela criança linda, saudável e barulhenta desejando que o bebe que carrega chegue assim, revolucionando o mundo. Só que sua opção é fixar os olhos no aparelho que não funciona.
Escolhas.
O meu dia amanheceu cantando, e assim escolho percorrer o primeiro dia deste mês.
Que venham os problemas, estamos aqui para resolvê-los.
Fechando o texto, uma frase de Albert Camus:
" Não ser amado é falta de sorte, mas não amar é a própria infelicidade"