Continuando na letra A


Final do domingo, um dia rico e bem interessante. Muitas pessoas novas
nesta Luanda.

E um vazio de palavras. Uma vontade de continuar em fraco movimento.

... Adélia Prado, não deu para passar por ela e seguir para a letra B.
Tantas poesias lindas, e para pegar uma boleia na poeta, não sendo
nem santa nem louco, caminho para o fechar o dia.
Bem contentinha, assim com a alma leve, de quem começou o dia rezando. Rezando a Deus de joelhos, pedindo força, paciência e muita clareza. Também supliquei por mais paciência, tolerância e sabedoria. E principalmente, que eu tenha muita força para entender a saudade e aceitá-la de
forma mais branda.
Me sentindo abençoada e mais coerente, beijo a noite deste domingo, pronta para a nova semana. Agradecida.

Mulher ao cair da tarde

Ó Deus, não me castigue se falo
minha vida foi tão bonita!
Somos humanos,
nossos verbos têm tempos,
não são como o Vosso, eterno.




Postagens mais visitadas